Cristão pode praticar Yoga?

yoga

Cristão pode praticar Yoga?

Em linguagem hinduísta, a palavra yoga significa a união do homem aparente, tal como o conhecemos, com a realidade profunda que se acha latente dentro de cada indivíduo, o eu divino. O budismo no qual surgiu do hinduísmo, afirma que todos os seres humanos são Budas (iluminados ou “ungidos”), mas nem todos despertam para sua verdadeira natureza. Ioga, literalmente, significa ‘união’.

Na Bíblia já alerta sobre essas doutrinas em que cada um acha que pode ser um “ungido” (cristo), um ser divino: “E se então alguém vos disser: Eis, aqui está o Cristo; ou: Ei-lo acolá, não creiais.” (Mc 13,21).

São doutrinas panteístas. Panteísmo é um falso conceito sobre Deus, ensina que tudo (pan, em grego) é Deus (Théos, em grego). O panteísmo afirma que dentro do ser humano existe uma centelha da divindade, afirmando então que o homem é Deus, nada mais ego-centrista do que se achar Deus, isso só aumenta o orgulho desumano, onde cada um procura ser superior e pouco se preocupar com o outro, seria uma auto-salvação.

E na Bíblia alerta: “Quando não passas de um homem e não és um deus, tu te julgas em teu coração igual a Deus.” (Ez 28,2).
Para se chegar ao eu divino, o yoga se pede o esvaziamento da mente, uma meditação que não tem nada a ver com a meditação cristã que é reflexão e aprofundamento de um tema. A meditação, para o hinduísta (ou iogue), é o esvaziamento da mente, e dos sentidos para entrar em contato com o eu interior que segundo eles possui natureza divina. Diferente do cristianismo onde o Espírito Santo que habita em nós é uma pessoa distinta do nosso eu, no qual nós não temos essência divina.

No yoga se faz alongamento e exercícios físicos e respiratórios no qual relaxará o físico, controlará talvez o stress e a ansiedade, mas a pessoa pensará que está relaxando a alma, tampouco estará resolvendo os verdadeiros problemas que causam o stress, porque a alma continuará com sede, coisa que nenhum exercício físico vai poder saciar. A armadilha então está em a pessoa ser iludida de que estará cuidando do corpo e da alma ou corpo e mente como resultado da união com o suposto eu divino. Quando na verdade é devido aos tais exercícios físicos, apenas o corpo está sendo saciado momentaneamente.

Essas filosofias orientais são na verdade uma essência de religião (o nome filosofia é só marketing ), que vêm de mansinhas, nós acabamos pensando ser uma simples filosofia de vida, começam colocando de que a eficiência dos exercícios físicos estaria ligado a filosofia pagã do eu divino hinduísta.

Hoje, somos confrontados com formas alternativas de medicina e exercícios não tradicionais e técnicas de meditação. Precisamos conhecer qual a base destas técnicas populares antes de pensarmos em fazê-las. Precisamos estar alertas, discernir, e procurar descobrir os ensinos das Sagradas Escrituras concernente a estas técnicas contemporâneas.

A maioria dos ocidentais são ingênuos quanto a origem religiosa e natureza de Yoga. Muitos praticantes presumem que os exercícios são inocentes se eles não são praticados com um intento espiritual.

Yoga é uma série de exercícios e posturas (asanas) os quais são anunciados como um modo para se equilibrar, reduzir a tensão e experimentar a tranqüilidade.

Praticado por muitos na América. Cursos em Yoga estão em muitas cidades sendo oferecidos em escolas (ensino religioso Hindu disfarçado de exercícios), faculdades, academias, e igrejas da “nova era”.

Yoga é entretanto uma parte intrínseca de Hinduísmo. Swami Vishnudevananda, autoridade bem conhecida do Yoga, no livro dele O Livro Ilustrado Completo de Yoga explica o propósito de Yoga, ” O objetivo é desenvolver o homem para treinar o corpo ao mais alto grau de perfeição de forma que isto pode ser usado para procurar propósitos espirituais… o objetivo de toda a prática de Yoga é alcançar a “verdade” em que a alma individual se identifica com a alma suprema de deus “.

Hinduísmo, como faz o grupos de “nova era”, ensina que a última realidade é consciência ou energia (deus-Brahman). Cada alma individual (Atman) tem sete depositos de energias conhecidos como chakras ou meridianos em seu corpo ao longo da coluna vertebral.

É útil examinar a palavra ‘ yoga’ e definir seu significado. Vem de uma palavra de Sanskrit que significa ‘ yoke’ ou ‘ união’. O propósito de Yoga é unir o espírito humano com deuses hindus ou o grande ‘ espírito universal’, por meio de posturas físicas.

As posições de Yoga são projetadas para alinhar este chakras, para a energia fundir com a energia cósmica e experimentar a ” Atman – Brahman “. (O homem chega a perfeição, encontra o deus interior, quebrando assim o ciclo de reencarnação infinita).

A transcendência do ego, de forma que o verdadeiro estado de Perfeição, da mente humana pode ser reconhecido, é o objeto de prática de Yoga (Richard Hittleman).

Há várias escolas ou formas de Yoga: Yoga de Karma (união espiritual por conduta de direito); Yoga de Bhakti (união com o Absoluto por devoção para um guru); Juana ou Yoga de Gyana (acesso a deus por conhecimento esotérico); e Yoga de Raja (deus-realização por controle mental) (o Novo Livro de Cultos de Larson, pág. 475).

Dois dos estilos mais controversos de Yoga são kundalini (a estimulação da força da serpente à base da espinha) e Yoga de tantra que é práticas sexuais violentas.

Uma subdivisão de Yoga de Raja é Yoga de hatha. Esta é a forma mais popular que é praticada hoje no Ocidente. Yoga de Hatha, considerado um exercício “neutro”, amplamente praticado, é a forma mais difícil de Yoga, e é potencialmente perigosa, Ha e tha representam as passagens psíquicas que estão em cada lado da coluna vertebral. Yoga de Hatha suprime o fluxo de energias por estas passagens e força o kundalini (poder da serpente) subir da base da espinha pelo canal psíquico central no sushumna (a espinha), até em cima para os chakras (os centros psíquicos de personalidade humana e poder), em outras palavras,a postura de corpo é projetada para alinhar o sete chakras (ou energia central) ao longo da espinha para permitir a deusa Kundalini na pélvis se levantar pelo chakras e alcançar união com o deus Brahmin, localizado na cabeça.

Yoga de Hatha intenciona preocupar-se com a saúde pelo domínio da mente, a supremacia da mente acima de tudo. Porem os professores hindus de Yoga indicam que toda a Yoga é um exercício religioso, que cada posição de Yoga representa um ato de adoração a um deus hindu e eles mantêm aquele exercício físico e não podem ser separadas posturas de um envolvimento mental e espiritual.

E dividido em oito fases: (1) purificação de corpo; (2) posturas; (3) mudras (posturas que produzem energia psychic/prana/chi); (4) controle de respiração; (5) acalmando a mente; (6) concentração; (7) meditação; (8) união com deus-Shiva (Ibid).

Asanas (posturas de corpo) é o primeiro método de despertar kundalini. Só são tentados Asanas depois que um yogue gastou tempo dominando a restrição física. Tentativas prematuras, os yogues advertem, pode causar enfermidade, loucura, decadência moral, e até a morte

Respiração profunda ajudam o yogue alcançar um estado alterado de consciência para desenvolver poder psíquico. Yogues, reconhecem uma força chamada prana ou ch’i; uma força de energia sutil, vivente no ar. Respiração controlada, absorve esta força.

Voltando a origem da palavra Yoga, sanskrit que significa união ou yoking com o deus consciência. No caso de qualquer um estar confuso se Yoga de Hatha é religiosa, no livro Hatha Yogace por Swami Sivananda Radha, está escrito, ” Quando a maioria das pessoas no Ocidente pensa em Yoga, eles pensam em Yoga como uma forma de exercício. Muito freqüentemente… há professores de Yoga que ensinam asanas sem uma compreensão da real natureza e propósito deles. Asanas são uma prática devota que como todas as práticas espirituais, nos traz uma compreensão da verdade…. Além disto existe também um real significado místico ou espiritual. Cada asana cria um certo estado meditativo de mente,” (p.15; emphasis mine).

Depois vem pratyahara, uma retirada ou separação do mundo. Pratyahara está ligada com dharana, concentração intensa. A combinação de asanas, prana, pratyahara, e dharana conduz a dhyana, meditação. Enquanto em um estado alterado, os novatos são advertidos, a ter alguém periodicamente o inspecionando; às vezes é difícil de voltar para a realidade!

Yoga não pode ser se divorciada de suas origens ocultas.

Não é possível Cristianismo com as práticas de Yoga e meditação transcendental, de um ponto de vista médico tradicional e também de uma perspectiva Cristã, é necessário determinar as origens destas práticas, e objetivos delas e os meios usados para alcançar seus propósitos

É extremamente difícil de avaliar aspectos positivos ou resultados negativos de tais tratamentos como tentativas científicas quando considerações espirituais estão envolvidas. Esta prática ou terapia é de origem hindu e é divulgada por professores hindus, e é projetada para o isolamento do espírito divino dentro de nós para alcançar união mística com deuses hindus.

Yoga é mais do que uma forma de exercício ou meditação inocente. Tem implicações religiosas e é fundamentado em um sincretismo e um conceito panteístico(tudo é deus) da nova era (New Age). Não acredita em Deus como nós fazemos, mas que é consciência impessoal cósmica e há energia universal dentro de nós e nós somos deuses, nós mesmos (veja Gen 3:4–5).

Yoga é claramente um conceito da “Nova Era” que é Hinduística e panteística em sua origem. É amplamente praticada e apoiada por seus adeptos. O movimento “Nova Era” nega a realidade de pecado e depravação total, e acredita que o homem é bom e é divino. Eles ensinam que há um deus dentro de nós, e nós devemos desenvolver isto por meditação e outras técnicas metafísicas. Eles ensinam que a única necessidade é das pessoas buscarem a sua divindade. Eles acreditam que através da reencarnação o homem encontra deus. Eles acreditam em karma que é um debto da pessoa por causa de suas vidas anteriores. Eles também acreditam e ensinam a evolução de homem ao invés de Criação ensinada na Bíblia. Yoga também é associada com imagem, visualisação, hipnose, magia, mantra, pensamento positivo e técnicas de mente Alfa que não só são anti-bíblicas mas perigosas quando praticadas por cristãos, porque permite ao mau um lugar seguro em nossas vidas (2 Cor 4:4).

Nós não somos ignorantes dos dispositivos de Satanás em relação a práticas de falsificação que fascinaram e seduziram muitas mentes crédulas (1 Tim 6:20; 1 Tes. 5:21). Paulo disse em 1 Tessalonissences 5:21, para provar e testar todas as coisas. . . não qualquer coisa que parece ser bom é realmente assim à vista de Deus. Há uma triste falta de discernimento nestes últimos dias de grande ilusão antes do retorno de Cristo. Yoga é mais que um exercício inocente. Tem conotações espirituais.

Nós precisamos pedir para o Senhor discernimento e sabedoria para se manter fortalecidos e protegidos destas influências de “Nova Era” diabólicas que se disfarçam como meditação inocente ou exercícios de alivio de tensão. Seja vigilante, e ser prevenido é estar preparado. Fique ciente destas práticas questionáveis e também advirta outros que são envolvidos nisto.

Não existe é claro, nada errado com exercícios e boa postura, pois buscamos saúde e inteireza por nossos corpos, mentes, emoções e espíritos. Mas os métodos e atividades usados para atingir estes propósitos devem, para o Cristão serem aceitável a Deus, baseado em princípios bíblicos e sujeito ao discernimento e sabedoria do Espírito Santo

Há muitos exercícios muito mais benéficos que Yoga. Precisamos estar alerta, para as filosofias que estão por traz do yoga, não sendo ingênuos,quanto a verdadeiro objetivo desta prática.

Em Mateus 7:18, disse Jesus, ‘ Uma árvore boa não pode dar fruto ruim e uma árvore ruim não podem dar fruto bom.’ Precisamos conhecer a árvore e as raizes das quais yoga e Meditação Transcendental se originam.

Leituras bíblicas:

Ex 20:3 ‘ Não terás nenhum outro deus diante de mim’.
Mt 11:29 Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas.
Salmos 19:14 ‘Sejam agradáveis as palavras da minha boca e a meditação do meu coração perante a tua face, Senhor, Rocha minha e Redentor meu!’.

Se acreditarmos na palavra de Deus pedindo ao Espírito Santo para nos ajudar, Ele esclarecerá suas dúvidas.

Mensagens / Tags:

Partilhar o Artigo

Comentários

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

six + nine =